• Capitão América - Motivação



    Essa história se passa antes dos eventos da saga Guerra Civil

    *CLIC*
    - Últimas notícias sobre a situação dos soldados que foram atingidos no mais recente atentado no Iraque...
    *CLIC*
    - Direto do Iraque, nossos especialistas comentam sobre...
    *CLIC*
    - E por que caras como o Capitão América ainda não vieram prá cá? Já sei, é por que o vilão da semana ainda não atacou e ele e seus coleguinhas estão com as bundas em seus pijaminhas coloridos esperando e...
    *CLIC*

    Apartamento de Steve Rogers, onde o homem que é mais conhecido como o Capitão América decide desligar a televisão, cansado de ouvir sobre o mesmo assunto: a malfadada guerra do Iraque.

    O herói se faz a mesma pergunta que o repórter “Por que ele não fora enviado juntos com os rapazes?” e outras mais “Será que é medo dele descobrir algo?” “Que talvez essa guerra não tenha razão de existir?” Ou haverá motivos ainda mais ocultos?

    Nos últimos meses, entre uma missão ou outra com os Novos Vingadores, o Capitão América continua no aguardo, passando algumas horas ao lado do telefone, somente esperando o chamado, algo que permita realmente que ele possa partir para o Iraque, afinal ele não fora criado para atuar em guerras, diminuindo assim o número de mortes dos jovens soldados?

    Não é justo que tantos morram enquanto ele tem vivido por tanto tempo. Os colegas de equipe provavelmente diriam que ele está exagerando, segurando todo o peso do mundo em seus ombros, como sempre e ele simplesmente responderia que até seria exagero, mas que também seria verdade.

    Mesmo não demonstrando, o Capitão se surpreende com o som do seu celular tocando e ele leva alguns minutos, e duas chamadas perdidas, até que finalmente consegue atender.

    - Capitão América. - É Maria Hill, atual diretora da S.H.I.E.L.D. - Em alguns minutos uma aeronave sairá daqui do porta-aviões com destino ao Iraque... E você tem que estar nele. Teremos um agente te esperando no local de costume. Maria Hill desligando.

    Poucos instantes depois Steve Rogers já sai de seu apartamento envergando seus famosos uniforme e escudo, e como Capitão América começa a pular por entre os telhados dos prédios próximos, ansioso pela oportunidade de encerrar o mais rápido possível aquela guerra que tem se arrastado por tanto tempo, não importando que está lucrando com a mesma. Sua principal preocupação é com os jovens soldados, que estão perdendo inutilmente suas vidas.

    Ao passar perto de um beco, o herói ouve um grito de socorro e, ao olhar para baixo vê duas figuras segurando uma terceira que, pelo som dos gritos é uma mulher. Seu vôo terá que esperá-lo e, com isso em mente ele se joga do topo do prédio, usando as várias e envelhecidas escadas de incêndio, para chegar ao chão, pouco depois de ter derrubado os agressores com seu escudo.

    Empertigando o corpo, o herói se aproxima da vítima, que ainda se mantém no chão, tremendo muito de medo como ele supõe, mas assim que chega mais perto percebe que é uma mulher e pior, está grávida.

    - Moça? A senhora está bem? Não deveria andar por essas ruas nesse horário, ainda mais estando grávida e...

    - ME DÁ ALGUMA COISA!!!!! - De repente a mulher se volta para o herói, agarrando o mesmo pelo pescoço, com as mãos trêmulas, os olhos injetados e um fedor de quem não toma banho há dias. - PELO AMOR DE DEUS!!! EU PRECISO DE ALGUM BAGULHOOOOO!!!

    Ela desata a chorar em desespero e o Capitão América, passado o torpor inicial, a toma nos braços, se afastando dos marginais ainda desmaiados e, enquanto liga para a polícia denunciando onde eles estão, a leva o mais rápido possível para o hospital mais próximo.

    Horas depois o agente escolhido para levar o herói até a base da S.H.I.E.L.D. É chamado de volta, pela diretora Hill, que ainda pensa nas palavras que ouvira há pouco do Capitão América.

    “Sinto muito Diretora, mas não poderei ir até o Iraque. Enquanto o governo continua a gastar rios de dinheiros para manter uma guerra na qual nem sabemos mais o motivo da mesma ter começado, enquanto mandamos jovens para morrer longe de casa, enquanto parece que fazemos tudo isso até para desviar as atenções das crises que estão surgindo em nossa própria casa, muitos dos filhos da América estão sofrendo e morrendo numa guerra interna, em nosso próprio quintal.

    Portanto, Diretora, diga a seus superiores que o Capitão América permanecerá onde ele é mais necessário e útil.”

    - Ela e o bebê sobreviverão... - Tony Stark chega até a maternidade do hospital que acolhera a mulher que o Capitão trouxe e encontra o herói diante do vidro que os separam dos bebês, olhando tristemente para o recém-nascido, que tem o corpinho tomado por tremores. - Sinais clássicos de crise de abstinência... Vi alguma reportagens dizendo que isso é mais comum do que se pensa, em casos de gravidez onde a mãe usa drogas, ou álcool ou similares e...

    - Apenas uma criança Tony...

    - Hã... - Stark demora a perceber e se dar conta que o brilho de uma lágrima surge nos olhos do colega de equipe. - Eu sei... É realmente terrível e...

    - Eu tenho fechado os olhos por tempo demais... Enquanto estamos enfrentando monstros e conquistadores espaciais, o que fazemos por pessoas como eles? Realmente a idéia do Luke, de aparecermos em algumas vizinhanças e ajudarmos as comunidades é o mais certo a fazer... Acredito que desse modo os Vingadores poderão fazer realmente uma diferença...

    - Vamos fazer isso sim, Steve... - Stark coloca uma mão no ombro do colega. - Vamos fazer uma diferença real... Acredite nisso amigo...

    - Você pode usar o dinheiro de suas fundações para ajudá-los? A mãe e essa criança?

    - Farei tudo ao meu alcance... Mas sei por experiência própria que a mãe, pelo menos, terá que querer se ajudar...

    - Faça o que for possível... Agora se me dá licença...

    - Aonde você vai?

    - Patrulhar as ruas, ver quem mais eu poderei ajudar... Ajudar de verdade.

    E então o herói ganha a noite.

    Fim.


    Por João Norberto

    Artigo Original: Revista Extremezine (versão online)
    Este artigo foi publicado originalmente deste tópico: [Capitão América] Motivação iniciado por Haziel Ver post original
Sobre nós
© 2006 - 2017. tocadacoruja.net

  • » FAQ
  • » Manual do Fórum
  • » Parcerias
  • redes sociais